Carro e finanças: como se organizar na hora de pagar o IPVA

Carro e finanças: como se organizar na hora de pagar o IPVA

O começo de todos os anos requer organização financeira, principalmente por causa dos impostos fixos que são cobrados nessa época. Um deles é o IPVA, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. O IPVA é cobrado de todos os proprietários de moto, carro ou outro veículo motorizado. O tributo é destinado para a manutenção de rodovias, assim como segurança. Como esse é um gasto fixo, nós elaboramos algumas dicas para você conseguir se organizar e fugir de dívidas. Confira!

Planejamento

Como você sabe que precisará pagar o IPVA todos os anos, nada mais justo do que planejar esse gasto. Você pode criar uma poupança e até mesmo investir seu dinheiro com prazo estipulado para retirar antes da cobrança. Calcule quanto você precisará guardar mensalmente durante o ano e cumpra seu planejamento à risca. O peso no seu bolso com certeza será mais leve do que desembolsar tudo de uma vez!

Décimo terceiro

Se você ganha o décimo terceiro salário, está aí uma oportunidade para quitar impostos como o IPVA. No lugar de fazer compras e até mesmo criar mais dívidas no final do ano, o que acha que usar esse dinheiro para começar o ano tranquilo, sem contas pendentes?

Parcelamento do IPVA

Embora pagar o imposto à vista seja vantajoso, visto que o proprietário pode usufruir de descontos, existe a possibilidade de parcelar o valor. Essa pode ser uma boa alternativa para quem não consegue pagar tudo de uma vez. Entretanto, preste atenção: não atrase as parcelas! Dessa forma, você irá entrar em uma grande bola de neve.

Não pagar o IPVA traz prejuízos

Todos os proprietários de veículos motorizados precisam pagar o IPVA. A inadimplência traz graves consequências, como dívida ativa e apreensão do veículo.

Esperamos que as dicas tenham sido úteis para você! Agora é só planejar com cuidado e ficar tranquilo com seu IPVA.